Fechar
QUERO UMA SCANNCUT
QUERO UMA SCANNCUT
18.02.2022 9 minutos de leitura

Artesanato para vender: inspirações e dicas para alavancar seu negócio

Que atire a primeira pedra quem nunca passou em frente a uma lojinha de artesanato e se encantou por itens que nunca viu antes. A verdade é que a arte de produzir peças manualmente acompanha o ser humano desde a pré-história e a comercialização de produtos é uma forma de expandir a manifestação cultural, bem como levantar uma renda extra.

 

[BROTHER]-Mundo-ScanNCut-divisor-1

 

Com a possibilidade de confeccionar produtos que transmitem valor afetivo, fazer artesanato para vender é um sucesso. Não é à toa que o mercado representa 3% do PIB brasileiro, de acordo com o último levantamento feito pelo IBGE. No entanto, para se destacar no setor, é fundamental apresentar projetos inovadores e planejar campanhas de divulgação estratégicas. Pensando nisso, reunimos as melhores ideias de produção e dicas de empreendedorismo para te ajudar!

 

Técnicas para se aprimorar 

 

Um dos fatos mais encantadores do artesanato é a possibilidade de versatilizar a produção. Você pode utilizar basicamente qualquer tipo de material e desenvolver uma (ou mais) técnica para confeccionar os mais criativos produtos personalizados. Enfim, basta explorar esse universo e escolher o processo com o qual você mais se identifica. 

 

Se você está pensando em começar, separamos algumas técnicas incríveis para te inspirar:

 

  • Artesanato em cerâmica

 

Muito comum no Nordeste, o artesanato em cerâmica é uma manifestação cultural que é passada de geração para geração. Através do manejo com barro, são confeccionados, principalmente, figuras de personagens históricos e religiosos, além de recipientes e vasos.

 

  • Produção têxtil

 

Tecido, linhas e máquinas de costura e bordado fazem desse segmento um dos mais versáteis, porque é possível produzir desde peças de roupas até decoração. Técnicas como patchwork, crochê, quilting e fuxico permitem criar diferentes efeitos no resultado final.

 

  • Cestaria

 

Arte original dos povos indígenas, a cestaria é uma verdadeira herança cultural brasileira. Através de fibras naturais de árvores, bambu, cipó e palha de milho ou carnaúba, é possível confeccionar peças como cestos, chapéus, redes e peneiras. 

 

  • Artesanato em madeira

 

Desde peças delicadas com MDF até grandes projetos em madeira maciça, o artesão possui ampla liberdade criativa para confeccionar basicamente qualquer estrutura sólida, desenvolvendo esculturas, móveis, itens decorativos etc.

 

 

É uma das tendências mais procuradas por quem busca itens simples e exclusivos, como decoração de festa, cartões personalizados, caixas de presente, topping de bolos etc. A técnica envolve materiais de papelaria, como papel, EVA e papelão.

 

Ideias para produzir artesanato para vender

 

Definindo a técnica e os principais materiais para a sua produção, você pode confeccionar diferentes peças e encantar clientes com um amplo catálogo de produtos. Veja algumas ideias:

 

  • Bolsas a partir de tecidos diferentes, como jeans com bordado;
  • Bonecos de materiais reciclados;
  • Lembrancinhas e decoração para festas;
  • Roupinhas e brinquedos infantis;
  • Roupinhas para animais de estimação;
  • Vasos, caixas e utensílios personalizados.

 

Como vender sua produção?

 

Investir em comunicação e marketing é fundamental para conquistar novos clientes e fidelizar os antigos. Em 2020, cerca de 83% dos artesãos utilizaram ferramentas digitais para divulgar seus produtos, segundo a pesquisa feita pelo Sebrae em parceria com a Fundação Getúlio Vargas. No entanto, existem inúmeras estratégias para disseminar sua produção, como:

 

  • Divulgação boca a boca: por mais que o tempo passe, a divulgação de negócios feita entre amigos e família são um sucesso, porque envolvem a confiança através da indicação de um serviço encantador. 

 

  • Redes sociais e whatsapp para vender mais: 92% dos empreendedores que adotaram o WhatsApp para vender eram artesãos, segundo o Sebrae com a FGV. Além disso, as redes sociais são um verdadeiro portfólio de produtos.

 

  • Loja física ou parcerias: grande parcela dos consumidores diz que sempre irá preferir a experimentação tátil dos produtos. Essa estratégia é muito bem-vinda, principalmente, em locais turísticos, nas famosas feirinhas.

 

  • Logística de entrega de qualidade: se você faz vendas on-line, seja através de um e-commerce ou divulgação nas redes sociais, é indispensável se certificar de que o envio seja rápido e seguro.

 

Ganhe uma renda extra fazendo artesanato para vender!

 

A produção artesanal é uma terapia e uma forma de arte. Como se não bastasse, pode ser uma fonte de renda de sucesso. Por isso, encontre a técnica com a qual você mais se identifica, faça cursos e divulgue muito seus produtos. A dedicação para confeccionar as peças com carinho é o segredo para encantar os clientes.

 

Guia prático para vender papelaria personalizada on-line

avatar

E aí, o que achou?

Assine nossa newsletter para não perder nenhum lançamento do Mundo ScanNCut!